Para pensar...

"Se a educação sozinha não pode tranformar a sociedade, tampouco sem ela a sociedade muda."

Paulo Freire

31 de março de 2010

CLASSES ESPECIAIS

As Classes Especiais são ambientes em que se oferece serviço de natureza pedagógica, prestado na unidade escolar mais próxima da residência à alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem decorrentes de deficiência física / múltipla, que requeiram acompanhamento contínuo, recursos, ajudas e apoios intensos, e exijam adaptações curriculares significativas, que a classe comum não consiga prover.
Os alunos de classes especiais, bem como aqueles inseridos em classes comuns, que apresentam deficiência física e fazem uso de cadeira de rodas recebem o benefício do transporte escolar da Secretaria Municipal de Educação.

Nas classes especiais, o professor deve desenvolver o currículo, mediante adaptações, e, quando necessário, atividades da vida autônoma e social no turno inverso.
A partir do desenvolvimento apresentado pelo aluno e das condições para o atendimento inclusivo, a equipe pedagógica da escola e a família devem decidir conjuntamente, com base em avaliação pedagógica, quanto ao seu retorno à classe comum.

REFERÊNCIAS:

CLASSES ESPECIAIS.Disponível no "www.sjc.sp.gov.br". Acesso em 31 de março de 2010.
RESOLUÇÃO CNE/CEB Nº 2, de 11 de Fevereiro de 2001. Disponível NO "portal.mec.gov.br" Acesso em 31 de março de 2010.

O QUE É A EDUCAÇÃO ESPECIAL?




Representação do esquema corporal. Realizada pelos alunos da professora Olga.

**********************************************************************************
Definição de Classe Especial

Por educação especial, modalidade da educação escolar, entende-se um processo educacional definido por uma proposta pedagógica que assegure recursos e serviços educacionais especiais, organizados institucionalmente para apoiar, complementar, suplementar e, em alguns casos, substituir os serviços educacionais comuns, de modo a garantir a educação escolar e promover o desenvolvimento das potencialidades dos educandos que apresentam necessidades educacionais especiais, em todas as etapas e modalidades da educação básica.

REFERÊNCIA:

O QUE É A EDUCAÇÃO ESPECIAL.Disponível no "portal.mec.gov.br".Acesso em 31 de março de 2010.

PARA REFLETIR...

video

DESEJAMOS PARA TODOS UMA PÁSCOA FELIZ E QUE JESUS ESTEJA EM SEUS CORAÇÕES.

UM ABRAÇO!

TEXTOS E DESENHOS DOS ALUNOS DA PROFESSORA NINA...


















REGISTRO DO QUE CADA ALUNO ENTENDE POR PÁSCOA.

MENSAGENS DOS ALUNOS DA PROFESSORA SILVIA...



















Produção de texto e pintura de desenhos realizados com auxílio do computador durante a semana da Páscoa.

Para não esquecer...


26 de março de 2010

PARA TER UMA AULA DE EDUCAÇÃO FÍSICA MAIS AGRADÁVEL...

Pais ou responsáveis, no dia da Educação Física, sugerimos que as crianças venham com roupas e calçados adequados - calça de agasalho, bermuda, tênis, boné em dias de sol.

Profª Amanda

A IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA NA INFÂNCIA...


Alunos na aula de educação física, professora Reni.

"A prática esportiva para crianças tem o grande papel de promover o desenvolvimento motor básico, fazer com que ela se integre, descubra e discuta sobre o mundo em que vive, entenda seu corpo e seus limites; melhore sua auto-estima, sua auto-confiança, melhore sua expressividade e em termos fisiológicos reduza as condições para o desenvolvimento de doenças crônicas ligadas ao sedentarismo como a pressão alta, doenças do aparelho respiratório, entre outras."


Referências:Weineck, J. BIOLOGIA DO ESPORTE São Paulo: Manole, 1991.Acadêmica Deidi Daiane SeveroCurso de Educação Física UNICS – Palmas - Paraná.

CONHECENDO A CÉLULA...










Os alunos das quartas séries A e B, realizaram um estudo sobre células, assistiram filmes e apresentação de slides no computador. Na sequência, fizeram algumas ilustrações da organização celular.

video

Alunos no laboratório de informática...


Turma quarta série A, professora Alexandra.

Alunos da classe especial, professora Olga.

Turma da professora Luzineide, primeiro ano A.

Turma do primeiro ano B, professora Kathllen.

Pensando informática na escola...

Na escola pública básica, percebe-se a preocupação dos alunos de todas as idades com sua inserção no mercado de trabalho.
O domínio das novas tecnologias, especialmente do computador, é visto como pressuposto para um futuro melhor.
A motivação quando o computador é utilizado no processo de ensino-aprendizagem não se explica apenas pelo interesse no trabalho futuro, mas o uso dessa ferramenta desperta curiosidade, melhora a concentração e permite a descontração, tornando a tarefa de aprender mais divertida.
Em síntese, a informática encontra-se presente em nossa vida cotidiana e, incluí-la no processo ensino-aprendizagem, significa preparar os estudantes para o mundo tecnológico e científico, inserindo a escola nesse mundo real.
A escola pode ser centenária ou não, basta estar aberta a essa nova realidade e fazer bom uso dessa tecnologia no processo ensino-aprendizagem para oferecer a sua clientela a apropriação do conhecimento, dando-lhe as bases necessárias para a competição em um mundo que hoje exige a qualidade total.

Rosivar Marra Leite

ATIVIDADES DA SALA DE RECURSOS...

















As imagens seguintes mostram algumas atividades realizadas na sala de recursos pela professora Claudia com o intuito de desenvolver as funções psicológicas superiores (percepção, memorização, atenção, pensamento e imaginação).